Tamanho não é documento. Mesmo!

Uma das grandes preocupações do homem é satisfazer a mulher. Provavelmente, em algum momento da vida, ele já se questionou sobre o tamanho do seu pênis. Alguns, ao constatar que o comprimento do órgão está abaixo da média, podem desenvolver problemas de autoconfiança. Mas os especialistas garantem que não há motivo para tanto, porque, como já dizem, tamanho não é documento.

A Organização Mundial de Saúde considera um pênis pequeno abaixo de 3 cm. Então, se você está se perguntando se o seu é pequeno ou não, saiba que a média brasileira é de 14 cm. “A cavidade vaginal tem entre 8 cm e 10 cm. A região erógena está localizada cerca de 3 cm da entrada vaginal. Portanto, se o pênis é maior que 3 cm, ele é capaz de proporcionar prazer à mulher”, explica o sexólogo Augusto Mendes.

Trabalhar a autoestima é fundamental para você conquistar e mostrar um bom desempenho na cama. “Procure um psicólogo. O medo do desempenho pode trazer problemas para a relação”, avalia Mendes. Para a sex trainer Verônica Natalli, a dica é apostar nas preliminares. “Explore o corpo da mulher, descubra as partes do corpo onde ela sente mais prazer e você vai perceber que faz diferença na hora H”, ensina.

Outra dica não menos importante: muitas mulheres chegam mais fácil ao orgasmo através da estimulação do clitóris, então, aproveite. “Capriche nas carícias e motive a mulher, coloque-a para cima. A mulher quer ouvir que está bonita. Aposte no sexo oral, as preliminares irão contar mais do que a penetração em si. Quando chegar nesta parte, o tamanho não vai fazer tanta diferença”, orienta Natalli.

Fonte:  http://www.bolsademulher.com/sexo/tamanho-nao-e-documento-mesmo-112656.html

Ler 1113 vezes