Cirurgia íntima feminina x auto estima

estima

Uma pesquisa publicada no International Journal of Obstetrics and Gynaecology no fim de agosto mostrou que a cirurgia genital está se tornando cada vez mais comum entre elas. Nos Estados Unidos, o número de cirurgias desse tipo aumentou cinco vezes nos últimos 10 anos. No Brasil, Colaneri se diz um dos mais procurados por mulheres que desejam corrigir alguma “anomalia” estética na vagina, que costuma incomodar física e psicologicamente. Ele faz uma cirurgia íntima por semana. Vamos a elas:

1. A mais procurada é a ninfoplastia, ou labioplastia, que é a diminuição dos pequenos lábios. Ao passar do tempo, os pequenos lábios de algumas mulheres começa a aumentar, a ficar hipertrofiado. O incômodo emocional para muitas é tão grande que elas não tiram a roupa na frente dos outros nem conseguem mais transar. A ideia é “cortar” as rebarbas, diminuindo-os até que voltem ao tamanho normal.

2. Em segundo lugar está a redução dos grandes lábios. Ao envelhecer, a mulher perde gordura nos grandes lábios, responsável por deixá-los “gordinhos”. Com isso, eles ficam murchos, flácidos. Para resolver isso, o cirurgião enxerta gordura, que pode ter sido retirada de uma lipoaspiração da barriga ou do monte de Vênus. Em outros casos, os grandes lábios só aumentam de tamanho, e a solução é retirar o excesso.

3. Quem nunca ouviu falar no “capô do Fusca”? É quando o monte de Vênus, que fica acima do púbis, acumula gordura e fica gordinho… Em alguns casos é possível perceber até quando a mulher está usando uma calça jeans. E elas ficam malucas com isso, muito incomodadas. A solução é uma minilipo na região para deixá-la mais plana.

4. Como disse acima, após o parto normal, a musculatura do canal vaginal laceia – imagine que por ele passa uma criança inteira!! Para a mulher se sentir mais “apertadinha”, ela procura seu ginecologista para fazer uma cirurgia de estreitamento do canal vaginal, ou perinoplastia.

Na maioria das vezes, as mulheres não contam para ninguém que realizaram a cirurgia, já que não é preciso internação nem da presença de um acompanhante. De acordo com Colaneri, a anestesia é local e elas voltam para casa no mesmo dia. A mudança física, segundo ele, é muito menor do que a psicológica na maioria dos casos. As mulheres sentem vergonha do próprio corpo, desistem de transar e se fecham para relacionamentos. Ao realizarem a cirurgia, elas se sentem mais seguras e felizes com sua intimidade. Algumas vezes nem os companheiros percebem a mudança, que para elas significou uma libertação. É como tirar uma tonelada das costas.

Ler 1688 vezes

Itens relacionados (por tag)

  • Posição da semana: O voo da Águia

    O Voo da Águia

    Prazer: 5 | Dificuldade: 5 

    COMO É FEITA: 
    Você já deve ter visto isto em filmes e morreu de inveja. Sente-se na beira de uma mesa ou outro móvel suficientemente alto para que seu homem, de pé na sua frente, possa penetrá-la com facilidade. Agora é que vem a parte cinematográfica: segurando-a pelas nádegas, ele vai pegar você no colo. E, se o gato for do tipo atlético, pode andar pela casa enquanto transam. 

    POR QUE VOCÊS VÃO AMAR: 
    Olha só que maravilha: você fica livre e leve como uma ave pronta para levantar vôo - daí o nome desta posição que provoca atrito máximo dos genitais. Por estar literalmente nas mãos do parceiro, a mulher costuma se sentir frágil e vulnerável, o que pode ser um estímulo extra para ter um orgasmo inesquecível. 

    DICA DE NOVA: 
    Esta posição não permite que o homem acaricie o seu corpo, mas você tem uma das mãos livre para percorrer as costas dele, o pescoço, o bumbum. Cuidado, porém, para esse toque sutil não provocar cócegas no seu amado e fazer com que ele perca o foco. 

     

    Fonte: http://mdemulher.abril.com.br/amor-sexo/fotos/esquente-o-clima/posicao-sexual-dia-688647.shtml?origem=barraM#6

  • Posição da semana: Vapt Vupt

    Vapt-Vupt

    Prazer: 5 | Dificuldade: 5 

    COMO É FEITA: 
    Sempre desejou fazer sexo na mesa da cozinha? Esta é a posição ideal para realizar a fantasia. Seu homem deve ficar de pé entre suas pernas cruzadas e entrar em você (observe a ilustração, que não tem como errar). 

    POR QUE VOCÊS VÃO AMAR: 
    Nem sempre você está a fim de uma transa demorada, certo? De vez em quando, só quer ter um orgasmo e ponto final. Esta posição é para aquelas noites em que o casal não consegue esperar nem para chegar ao quarto. Com uma penetração profunda, o êxtase será quase instantâneo. Sem contar que ele vai ficar ainda mais excitado por causa da novidade - a tendência dos homens é achar que sexo fora do quarto significa que a amada topa tudo. 

    DICA DE NOVA: 
    Se não der tempo nem de chegar ao apartamento, experimentem transar assim na escada de serviço. O melhor da Vapt-Vupt é a versatilidade - qualquer lugar onde você possa se sentar com as pernas cruzadas e ele ficar em pé na sua frente é o lugar certo. 

    Fonte: http://mdemulher.abril.com.br/amor-sexo/fotos/esquente-o-clima/posicao-sexual-dia-688647.shtml?origem=barraM#5

    Foto: Do livro "O Kama Sutra de NOVA" / Ilustração Bo Lundberg
  • Posição da semana: Rema Remadora

    Rema Remadora

    Prazer: 5 | Dificuldade: 3 

    COMO É FEITA: 
    Escolha uma grande cadeira confortável mas resistente. Ele senta-se com as pernas ligeiramente separadas. Suba em seu colo e, se conseguir cruzar as pernas atrás do encosto da cadeira, será mais agradável. Enquanto ele acaricia suas coxas e nádegas, use o encosto como apoio para fazer movimentos de vaivém iguais aos de um remador. 

    POR QUE VOCÊS VÃO AMAR: 
    Esta é uma posição sem dúvida atlética. A cadeira funciona como um barco. Todos os movimentos são vigorosos e provocadores. Tanto podem ser para frente e para trás quanto em sobe e desce ou em círculos. Enfim, o que lhes der mais prazer. Sem falar que seus seios ficam bem pertinho do rosto dele e as mãos do rapaz estão livres para explorar seu corpo inteiro. 

    DICA DE NOVA: 
    Como provoca muita fricção e vocês vão sem dúvida se entusiasmar, é aconselhável usar uma quantidade extra de lubrificante, inclusive nas coxas dele e no seu bumbum. Claro que um vai passar no outro, aproveitando para massagear os lugares mais sensíveis. 

    Fonte: http://mdemulher.abril.com.br/amor-sexo/fotos/esquente-o-clima/posicao-sexual-dia-688647.shtml?origem=barraM#3

  • Trair e se embriagar é só começar

    Outro dia, caminhando, fumando um cigarro e pensando sobre o que eu escreveria levei um estalo!

    “É claro!!! O vício da traição!”

    Você deve estar pensando:

    “Esse Onifodente deve fumar carpete… E lá traição é vício?”

    É SIM! É um vício! E essas são palavras de um viciado em escala maior que, para não trair, segue sozinho à caça de Chapéuzinhos pela floresta…

    As pessoas estão acostumadas a lidar com vícios apenas de substâncias tóxicas (lícitas ou ilícitas) e acabam esquecendo que, mesmo estes vícios, tratam-se de vícios COMPORTAMENTAIS que se manifestam de várias maneiras na vida do homo sapiens.

    Da mesma maneira que a sensação de embriaguez é uma sensação bacana, te deixa leve, relaxado (Essa parte não é para os caras que bebem essência de Pit Bull engarrafada) e você acaba adaptando sua programação comportamental para que, sempre que lhe dê vontade, haja situações para ter a sensação de embriaguez, a traição se manifesta da mesma forma e vou explicar as vias que seduzem e impulsionam a pessoa à traição:

       Paixão: Não estou falando da paixão idiota e fantasiosa presente em livros da saga Crepúsculo ou em filmes de comédia romântica (Lembrem-se, estes filmes só mostram o relacionamento até o momento ANTERIOR ao que se iniciam os problemas do casal!), estou falando da paixão química! O que? Você não sabia que a paixão é uma reação química que seu corpo tem durante um tempo e é por isso que depois de um tempo a pessoa que está com você se torna desinteressante? Pois é… Dura realidade… Deal With it! Essa química que a paixão oferece é viciante… Afinal de contas, não é ótimo estar com aquele sentimento de adolescente apaixonado?

       Perigo: Ah, o perigo… O perigo é um drink a ser deliciado com cautela… É aquele sentimento de “Será que vou ser pego? Não! Eu sou bom demais pra ser pego…”, mas ainda fica aquela ponta de medo por ser pego, apesar de você cagar e andar se for pego… É tudo pela adrenalina…

         Auto estima: Quem não gosta de se sentir irresistível? E ainda mais hoje que o conceito de compromisso está corrompido a ponto de solteiros se interessarem mais por casados do que por solteiros… Você está lá… Naquele relacionamento onde não é mais desejado(a) e a(o) outra(o) te coloca como sonho de consumo… Você será arrebatado(a) pela paixão e pronto… FODEU!

       O Espertão: Aqui a mente da pessoa é como a de um Serial Killer, que desafia a quem for pra ser pego no pulo… Faz as farras, cobre suas pistas e depois as relembra ao lado da(o) parceira(o) imaginando o quão fodelão ele é.

    E existem outras mil vias que podem te levar à traição… Que vão despertar em você sensações que jamais teve e que não encontrará em lugar algum. Você pode ter aquele comportamento do drogado:

    “Ah, eu traí uma vez, mas me arrependo… Nunca mais trairei…”

    Acredite… Você VAI trair de novo… Assim que a poeira baixar e você perceber que não foi pego e que pode ser o(a) espertão(ona) da vez…

    Existem também os que não traem por pura preguiça de performar as estratégias, como diz a Banda das Velhas Virgens na música Bortolotto Blues, mas jamais será por falta de vontade… E pensando bem, se estiver num relacionamento sério, a música até faz sentido… A não ser que você seja libertino ao extremo, como eu e consiga sair de casa e deixar a sua consciência na gaveta de cuecas…

    Não estou te julgando por trair… Quem sou eu pra julgar? Só quero te dar um conselho… Pense bastante, pois é mais fácil largar uma droga exterior do que largar o que já nasce dentro de você…

    Se for esse caminho o que você deseja seguir, bem vindo ao inferno! Planeje, não se contradiga, não dê muitas explicações, não gagueje eprincipalmente, SEJA UM NINJA! Ninguém te vê, ninguém sabe o que você fez e ninguém precisa saber…

    Se for pego um dia, (e será) não choramingue! Use de uma extrema cara de pau, vire as costas pra quem você sacaneou e saia cantarolando “I can’t get no satisfaction…”. Ao menos sairá com a dignidade de um filho da puta cara de pau e não com a vergonha de um chorão de merda…

    É isso ae, CAMBADA DE PERVO! Agora é com vocês! Digam aí, já se deleitaram nesse vício? Concordam comigo na minha teoria? Não que vá fazer diferença no meu modo de pensar, mas eu quero saber o que se passa dentro dessas caixoletas que vocês carregam pra cima e pra baixo… So… SENTA O DEDO NESSA PORRA!!!

    Em nenhuma das cirurgias a mulher perde a sensibilidade ou a capacidade de lubrificação. O valor gira em torno de R$ 3,8 mil e R$ 4 mil, exceto a perinoplastia, que é mais cara.

     

    Fonte: http://muitapimenta.com/18-a-verdade-nua-e-crua-trair-e-se-embriagar-e-so-comecar/